As cabines telefônicas que ganharam o mundo!

Tem como pensar nos principais ícones da Inglaterra sem se lembrar das cabines telefônicas vermelhinhas?  Hoje vamos saber mais sobre a funcionalidade de cada uma delas.

Desde os anos 1920, quando as cabines telefônicas foram introduzidas, até hoje, há pelo menos oito tipos diferentes de cabine. E, pasmem: quando elas foram inventadas, eram de cor creme! A mais tradicional nas ruas de Londres é a K6 (“Kiosk number 6”), – esta que tirei a foto abaixo. Ela é sucessora das K2 e K3, que eram muito caras. Algumas cabines possuiam, além do telefone, suportes de madeira e até mesmo um espelho!

cabine-k6-londres

 

Outra cabine famosa é a azul, usada para ligações de emergência, imortalizada pelo personagem Doctor Who. No entanto, se alguém quiser vê-la, tem que ir até Glasgow, na Escócia, onde estão os últimos dois exemplares.

K2: O K2 (Kiosk No. 2) foi o projeto vencedor do arquiteto Sir Giles Gilbert Scott em uma competição organizada pela Comissão Real de Belas Artes em 1926. As coroas perfuradas eram para ventilação. Feito do ferro de molde, teve 18 vidros individuais do vidro em três lados. Há pouco mais de 200 K2s esquerda em Londres.

k2

 

K3: O K2 era tão caro – £ 50 – que só foi usado em Londres. Em 1929, Scott projetou o mais barato K3 – £ 35 cada – que foi usado fora da capital. Mais de 12.000 foram colocados, mas só resta três no Reino Unido e o único em Londres é este fora da Parrot House no Regent’s Park Zoo.

k3

K6: O projeto mais comum em nossas ruas – há 1.800 K6 listados na Inglaterra – foi projetado por Scott para marcar o jubileu de prata do rei George V em 1935. Observe o espaço maior entre as barras de vidro no centro – projetado para parar o vandalismo, dando um Melhor vista do ocupante – e a coroa em relevo.

k6

K8: A última das grandes caixas vermelhas, Kiosk 8 foi projetado por Bruce Martin em 1968 para caber um sumário muito complexo de Tony Benn’s Postmaster General’s Office. Aclamado como uma obra-prima de design industrial – paring para baixo as 450 peças do K6 para apenas 183 – dos 11.000 feitos, apenas 12 permanecem, nenhum em BT usar em Londres.

k8

KX100: Em 1985, a nova marca British Telecom (BT) introduziu a gama KX, com melhor acesso para os deficientes e mais fácil de manter, em parte por ser mais prova de vandalismo. Sempre impopular, BT acrescentou um telhado vermelho cúpula e vermelho detalhando em homenagem à caixa de telefone clássico para fazer o KX Plus.

kx100

Cabine de polícia: Qualquer um que procura o exemplo sobrevivente de uma caixa de chamada da polícia – como usado por Dr. Who para seu Tardis – terá que ir a Glasgow para ver os dois remanescentes do Reino Unido. Caso contrário, esta caixa moderna fora do tubo de Earls Court presta homenagem a esta visão uma vez familiar, mas é na verdade uma pequena delegacia de polícia de alta tecnologia com equipamentos de CCTV.

police-phone

Telefone da polícia: As polícias de madeira chamam as caixas familiares do doutor Que desapareceram de nossas ruas mas há ainda alguns exemplos dos telefones mais resistentes nos bornes. Feitas de ferro fundido, pintadas de azul, eram para uso da polícia e do público nos dias que antecedem os rádios policiais ou telefones celulares.

police-phone-2

Telefone da polícia: Está aqui algum detalhe melhor de uma caixa da polícia, esta no Guildhall na cidade. Seu uso mais comum era para os membros do público para pedir ajuda com a gravidez ou “doença súbita. As primeiras caixas BRITÂNICAS apareceram em 1891 e saíram do uso após a introdução do sistema 999 no atrasado 1930s.

police-box

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s